Ordem Hermética da Golden Dawn

Canalização, Visualização Guiada, e Skrying na Visão do Espírito

Skrying na Visão do Espírito não é a mesma coisa que a canalização, visualização guiada, meditação guiada, nem mesmo Pathworking  (um tipo de meditação guiada com base nos Arcanos Maiores do Taro ou nos Caminhos da Arvore da Vida) como popularmente entendido. Infelizmente, existem inúmeros livros de qualidade duvidosa atualmente publicados que tentam estabelecer ou prescrever o que se deve ver ou experimentar. Tais práticas são de valor espiritual questionável, exceto em estimular as faculdades imaginativas, e não são Skrying na Visão do Espírito.

Características do Skrying

Skrying na Visão do Espírito tem várias características distintivas apesar de ter certas semelhanças com outras formas de experiências visionárias. Primeiro, ao contrário canalização ou imagens espontâneas, forças específicas são cerimonialmente invocadas antes da prática do Skrying propriamente dita. Além disso, as Tábuas Enochianas fornecem mapas detalhados dos Planos Internos. Ao contrário de canalização ou de imagens espontâneas, o estudante skry no Plano especial das Forças especificamente invocadas. Finalmente, o estudante testa cada aspecto das visões. A razao dos testes é que  o Plano Astral é chamado do reino da ilusão, como atesta a grade quantidade  de material canalizado que encontramos publicado atualmente.

Como Funciona?

Depois de invocar a Força do Plano desejado através de Invocação Ritual, o estudante desperta suas faculdades criativas e visionárias por breves instantes, abordando cada um dos cinco sentidos diante dos olhos da mente. Nesta fase, a fantasia guiada pode ser tão simples como imaginar-se deitado em uma praia (ou em qualquer outra paisagem), ouvindo o som das ondas, sentindo o calor do sol, vendo as palmeiras, e sentindo o cheiro de comida sendo preparada nas proximidades fazendo a boca ficar cheia água. A maioria dos livros de Pathwoking infelizmente nunca avançou para além desta fase.

Imediatamente após o despertar das faculdades imaginativas, Skrying na Visão do Espírito frequentemente faz uso de dispositivos simbólicos como pirâmides truncadas especialmente coloridas. Esses dispositivos servem como portais simbólicos diante dos olhos da mente, como um meio de espiritualmente entrar no fluxo da Força invocada. Para a maioria dos rituais contidos no Manual de Magia Ritual, os selos localizado no topo de cada Tabela Enochiana vai servir a esse propósito de uma maneira bastante satisfatória.

Tendo invocado a Força através do ritual, despertanod as faculdades imaginativas, e simbolicamente entrando no fluxo da Força, uma visão espontânea, em seguida, se desdobra diante de Visão do Espírito do estudante. Esta fase de espontaneidade é de enorme valor espiritual e é a essência do Skrying. Com a prática, os praticantes qualificados do Skrying desenvolvem a capacidade de suspender as faculdades racionais, imergindo-se completamente em um drama interior, e na paisagem, e ainda habilmente testar todos os aspectos da aparição.

Testando a Visão Durante o Skrying

O reino astral é causado o reino da ilusão por uma boa razão. Além disso, Skrying na Visão do Espírito não é meramente um processo visionário passivo como a canalização. A Segunda Ordem desenvolveu um elaborado sistema simbólico para testes afetando visões durante o Skrying. Tente estes testes. Você vai ver por si mesmo como que eles funcionam. As seguintes regras para testes que afetam as visões foram retiradas dos Flying Rolls (Instruções Complementares) XI e XXV:

1. Quaisquer entidades encontradas durante Skrying devem ser imediatamente testadas quanto à sua verdadeira natureza.

a. Se a visão é a de um Plano Elemental ou Sub elemental, teste de quaisquer entidades, dando o sinal de grau ou sinais que correspondem com ao Plano em questão.

b. Em todos os casos, o estudante pode usar o sinal de Neófito (isto é, o sinal da Projeção/Entrada e o Sinal do Silêncio) e os sinais LVX. Os sinais LVX servem particularmente bem, para todos os fins de teste. Eles normalmente vão dissipar qualquer ilusão. Uma entidade que possa devolver estes sinais geralmente é confiável.

c. Como um teste adicional, Nomes Divinos ou Angélicos, que correspondem ao plano particular da visão deve ser vibrado. Os textos de todos os rituais de invocação no presente livro fornecem estes nomes.

2. As seguintes letras hebraicas que correspondem aos sete planetas tradicionais terão os seguintes efeitos quando traçadas durante uma visão:

Saturno (Tauv). Traçar um Tauv ou um glifo de Saturno para banir interrupções por memórias intrusivas (dentro do parêntesis esta o nome a letra Hebraica usada).

Júpiter (Kaph). Traçar um Kaph ou um glifo de Júpiter para banir fantasias intrusivas sobre o futuro.

Marte (Peh). Traçar um Peh ou um glifo de Marte para lidar com entidades agressivas. Se alguém está sendo desafiado de forma agressiva em uma visão, traçando um Peh deve acalmar as coisas.

Sol (Resh). Traçar um Resh ou um glifo solar para superar a inflação do ego. Quando a informação ou a visão parece exagerada ou inflados, traçando um Resh vai ajudar a aterrar a informação e equilibrar a interação.

nus (Daleth). Traçar um Daleth ou um glifo de Vênus para banir a intrusão de fantasias eróticas, assim como interferências decorrentes de suas emoções.

Mercúrio (Beth). Traçar um Beth ou um glifo Mercúrio para testar a verdade das afirmações feitas por uma entidade, para banir engano, e eliminar todos os pensamentos intrusivos que podem interromper a visão.

Lua (Gimel). Traçar um Gimel ou um glifo Lunar reorienta uma visão.

3. Ordinariamente, sempre que uma visão é interrompida o praticante do Skrying deve traçar a letra Hebraica apropriada para banir a interrupção, em seguida, traçar um Gimel de reorientar a visão antes de prosseguir.

Após a Experiência

Uma vez que a visão termina, o estudante deve imediatamente registrar a experiência. Usando tinta, marcadores coloridos, canetas e lápis, o estudante deve esforçar-se por brevemente esboçar ou pintar imagens importantes que ficaram retidas na sua memoria. Na preparação de tais esboços, ignore qualidade artística e focalize em objetivar e registrar quaisquer símbolos ou imagens encontradas. Prosiga escrevendo um relato detalhado da experiência antes da realização do Ritual de banimento. Descreva o ambiente, os detalhes de paisagens, e assim por diante, bem como toda a informação recolhida sobre a natureza do Plano visitado ou seus habitantes. Tente de descrever como esse Plano opera no mundo físico, incluindo todas as plantas, animais, minerais, e assim por diante, o que pode corresponder à natureza do plano. Israel Regardie publicou vários registros escritos Skrying de Adeptos Rosacruzes. Embora este material não deve ser consultado como um guia para o que se "deve" experiênciar enquanto Skrying, não deixa de ser útil como um exemplo de como manter bons registros.

O estudante deve, posteriormente, tentar interpretar e analisar as imagens e eventos da visão. Uma vez que a linguagem do inconsciente e dos Planos Interiores tende ao exagero e a inflação, o estudante deve tentar separar o joio do trigo. Nada deve ser tomado pela sua aparência o que levaria uma queda em inflação do ego e loucura. Analise cuidadosamente os símbolos da visão, como se fossem metáforas de um poema, em vez de literal como uma obra de prosa. O estudante não deve permitir qualquer outra pessoa alem dela mesma interpretar este material, pois uma interpretação externa, inevitavelmente traria material estranho e irrelevante para a sua interpretação.

 


Veja tambem: